21.6.10

O preocupar

Isadora Garcia


A noite me traz

O preocupar.

Silencioso, ardiloso,

Paira pelo ar.


Já tentei todos os remédios,

Não há como me medicar.

Basta o cair do dia

Para o sono ele me roubar.


Repetem-se as dúvidas,

Inútil é o pensar.

Saída não acho

Para me libertar.


Tateando no escuro,

Tento fugir.

Busco ajuda,

Não sei como agir.


É sempre o mesmo duelo,

Procuro medir.

Forço-me ao caminho certo

Mesmo tendo que me ferir.


O coração não posso

Sequer ouvir.

Insisto, imploro

Para desistir.


Cansada do mesmo lutar,

Me pego a dormir.

As forças parecem faltar,

Mas tento sorrir.

3 comentários:

João Manoel Nonato disse...

O sorriso é tentativa ou tentação?

Kaio Moraes disse...

Chega a ser engraçado...Quanto mais eu leio o que você escreve, mais eu me identifico com você. É um dom saber transformar sentimentos tão humanos e comuns em uma poesia tão única e bela...Coisa dos grandes escritos, e fico cada dia mais certo de que falta muito pouco para você fazer parte desse time.

Anônimo disse...

I've been surfing online more than 3 hours today, yet I never found any interesting article like yours. It's pretty worth
еnough for me. In mу view, if all sіte oωners and bloggers made good content as
you ԁid, the internet will be much mοre useful than ever before.


Feеl frеe to viѕit my homepage; short term loans