1.9.09


O chamado da noite

Isadora Garcia



Ouvi as horas todas da noite

Pude ver cada detalhe do eco

Que o silêncio provocou em meu pensamento.


Desenhei sonhando tua alma

Pude cheirar a doce saudade

E recordar o amor de outro tempo.


Não percebes que tuas constantes aparições

Despertam meu sentimento a toa

E reviram-me em meus lençóis?


Senti hoje novamente a presença

Do teu riso divertido

E pensei ter tocado a tua voz.


Isso é tortura, é loucura

Não posso continuar procurando teu cheiro

Não posso continuar vivendo uma ilusão.


Devo pedir de uma vez por todas

Que partas e leves contigo teu sorriso

Teus contornos perfeitos e toda essa tentação.


Embale teus olhos ternos, teu gentil tato

Junte tudo e não voltes mais!

Mas saias antes que eu sinta tua falta...


...e antes que esqueça da dor que ressalta.

4 comentários:

Bruna disse...

Caramba Isa! Você ta escrevendo MUITO bem...continua assim!
Ta lindo!
Sério, eu amei!

beeijos

Julia disse...

Mneina, que tentação pribida é essa que tem te roubado o sono???

Ao menos serve de inspiração...Cuide bem da sua. Eu perdi a minha a e não encontro mais.

Beijos, Isa!

Caetano disse...

Nossa, que talento!
ta de parabéns mesmo!
Muito legal ver jovens talentos assim...
siga essa caminho que vc tem potencial de sobra..;D

Anônimo disse...

uauh... espero que a Elisa Lucinda goste tanto quanto eu..rsrsrsrs torcendo, viu?
bj